Cauterização química e
crioterapia

...

Cauterização química e crioterapia

Consiste na destruição de um tecido ou coagulação do sangue por meio de métodos químicos, utilizando frio (criocauterização), calor ou alguma substância cáustica (por exemplo, um ácido).

Pode-se também fazer uso de um aparelho denominado eletrocautério que realiza a cauterização por meio de eletricidade.

Indicações
Tratamento de pequenas lesões benignas da pele, como:

Ceratose actínica (uma discreta área escamativa e irritativa presente nas áreas expostas ao sol).

Ceratose seborreica (tumor benigno da pele que aparece principalmente a partir da meia idade, sendo bastante frequente em pessoas idosas).

Verruga viral (lesões causadas pelo papilomavírus humano - HPV).

Molusco contagioso (doença viral que atinge principalmente crianças e provoca lesões na pele muitas vezes confundidas com verrugas).

Dermatose papulosa nigra (doença benigna que representa uma forma clínica específica da ceratose seborréica, mais frequente nas mulheres).

Acrocórdon (tumor benigno muito frequente em adultos).

Siringoma (tumor benigno derivado dos ductos de glândulas sudoríparas).

Xantelasma (lesão cutânea, que surge na região das pálpebras, provocada pelo depósito de lipídeos (gordura) na pele).